Comunicado aos Sócios, Atletas e simpatizantes do Estrela de Santo André

Ponto1 – Crise diretiva - convocação de novas eleições

O presidente da direção foi confrontado, muito recentemente, com três pedidos de demissão de diretores que deixam esta direção sem quórum. As razões invocadas são por motivos pessoais, que muito respeitamos.

Porém, por força dos Estatutos e do Regulamento, continuará em exercício até à tomada de posse de novos órgãos diretivos.

Num dos anos mais importantes da vida do clube, onde deveria imperar a tranquilidade e estabilidade para consolidar o projeto, juntamente com o período mais complicado do ano em que terminam os subsídios (Agosto-Dezembro) e as receitas desportivas (Junho-Agosto) e no momento de início de época com as inscrições dos atletas nas federações, surge uma situação anómala que poderá prejudicar o clube, bem como os atletas em todas as modalidades.

Neste segundo mandato a direção, composta por cinco diretores (Presidente, Secretario, Tesoureiro e 2 vogais) viveu, desde o primeiro dia dificuldades. Incompreensivelmente, a primeira dificuldade foi a da indisponibilidade de alguns diretores que não mostraram o sentido de responsabilidade, nomeadamente, sobre a gestão das contas do clube.

As reuniões de direção acabaram, algumas delas, por serem efetuadas com o órgão do conselho fiscal em que foi, permanentemente, solicitada ajuda, que não veio a ter resultados práticos. Antes pelo contrário, dois dos membros do Conselho Fiscal apresentaram as suas demissões junto do Presidente da Assembleia Geral, por razões pessoais.

Temos assistido a um clima de boatos, coação e pressão junto de diretores, membros de órgãos sociais, funcionários, colaboradores, sócios e até pais de atletas, que resultou em menos atletas efetivamente inscritos.

Como resultado deste clima e a queda da direção, está em causa o inicio de época desportiva bem como os compromissos do clube.

Com a queda desta direção, o empenho e o trabalho diário que esta realizava para a obtenção de receitas acabou por não se efetuar estando em risco a tesouraria, compromissos e planos de pagamentos em curso.

Ponto 2 – O Projeto que foi colocado em causa

1º mandato (2015/2017) – o ano da modernização e expansão do clube:

- Aquisição de equipamentos e reforço da frota automóvel;

- Aproximação do clube ás entidades externas, nomeadamente às associações e federações das modalidades existentes;

- Parcerias com diversas associações, nomeadamente o Agrupamento de Escolas na captação de atletas para o clube;

- Aumentar o numero de atletas, resultante das politicas implementadas;

- Negociação do acordo definitivo para a construção da nova infraestrutura de campo sintético;

- A atualização tecnológica do clube;

- Reforço de diversos subsídios e protocolos (Camarário, Petrogal, Repsol e Aguas de S.A.)

2ºMandato (2017/2019) – o ano da consolidação e profissionalização do clube:

- Nova empresa de contabilidade para transformar os processos existentes em processos de contabilidade geral e analítica com um registo pormenorizado de toda a documentação fiscal

- Contrato de assessoria com a empresa TurnArround para preparar o projeto estratégico do ESA:

- Orçamentação por modalidades;

- Plano Estratégico;

- Aquisição de viaturas e equipamentos novos;

- Projeto para a sociedade;

- Visão de futuro (5 anos) / complexo desportivo Litoral Alentejano

- Previsão de aumento do numero de atletas e novas modalidades

- Reforços de quadros no clube para assegurar o projeto:

- Estágio Emprego IEFP: Direção desportiva;

- Contrato Emprego IEFP: Contabilidade;

- Estágio Emprego IEFP: Coordenação de Formação (Aguarda aprovação)

- Treinadores profissionais e qualificados nos termos das exigências das federações

- Novos CAE para captação de receita sobre o IVA (receitas estimadas em 12.000EUR/anuais)

- Projeto de gestão do complexo desportivo do estádio (relvado natural, instalações, paisagismo): novo colaborador a tempo inteiro e a dispensa da empresa Lusifor-duas vezes semana (poupança estimada em 23.000EUR/anuais)

- Renegociação das dividas

- Gestão por concessão da cafetaria ao O2/Sports

- Projeto da Academia de Formação ESA (Bairro Azul):

- Quiosque/BAR “O Estrela” em concessão

- Centro de Alto Rendimento

- Ginásio

- Representação/Sala de Reuniões

- Projeto Novo Sintético:

- 1 Campo Futebol 11

- 2 Campos Futebol 7

- 1 Campo Futebol 5

- Negociação para a construção de novos balneários e bancadas com a CMSC

Em conclusão, todo o trabalho e dedicação está em risco e, compromissos assumidos poderão frustrar-se se não houver continuidade, manutenção de órgãos diretivos solidários e fieis aos grandes objetivos do Estrela de Santo André.

Quaisquer que sejam os novos membros, após eleições, terão da nossa parte toda a colaboração no sentido de informar e colaborar para que o projeto continue. Acima de tudo e de todos estão os interesses dos sócios e atletas do nosso Estrela de Santo André.

Agradecemos a todos quantos, abnegadamente, continuam a colaborar com o nosso clube e a aguentar firme nos seus postos esperando que haja por parte dos sócios e dirigentes que venham a assumir responsabilidades o cumprimento dos seus deveres e honrem os seus compromissos para com a coletividade.

Os subscritores deste comunicado são membros eleitos que nunca desistiram nem baixarão os braços.

Vila Nova de Santo André, 22 de Outubro de 2017

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

ESTRELA DE SANTO ANDRÉ

Associação de Cultura Recreio e Desporto

 

Complexo Desportivo | Pavilhão Municipal Padre Amadeu Pinto | 7500-190 - Vila Nova de Santo André | Apartado 5

Tel./Fax. +351 269 751 537 | Email: geral@estrelasantoandre.pt

Juntos somos fortes, divididos caíremos.

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - White Circle

© 2016 Estrela de Santo André. Todos os direitos reservados

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now